Províncias

Começou a instalação dos postos de energia

Delfina Victorino | Cuito

Os postos de fornecimento de energia eléctrica da centralidade do Cuito, onde estão a ser construídos seis mil fogos habitacionais, já começaram a ser instalados pela Empresa Nacional de Electricidade (ENE), disse o director provincial da Energia e Águas.

A Universidade Kimpa Vita situada no bairro Condo e Benze é constituída por dois edifícios com capacidade para mais de seis mil alunos
Fotografia: Eunice Suzana| Uíge

Os postos de fornecimento de energia eléctrica da centralidade do Cuito, onde estão a ser construídos seis mil fogos habitacionais, já começaram a ser instalados pela Empresa Nacional de Electricidade (ENE), disse o director provincial da Energia e Águas.
Abel Guerra afirmou que a ENE tem no Cuito o registo de cinco mil ligações domiciliárias e que com “o reforço de 20 MW provenientes da barragem do Ngove há um aumento significativo na distribuição da energia nas zonas periféricas”.
A entrada em funcionamento da subestação do Cuito, cujas obras de reabilitação estão na fase final, referiu, vai permitir que mais famílias sejam beneficiadas.
A zona do condomínio da Caixa Social e as outras áreas adjacentes, igualmente no município do Cuito, salientou, vão também beneficiar de iluminação domiciliária e pública.
Quanto à água, disse que a produção média da central de captação de tratamento e distribuição está calculada em 3.500 metros cúbicos diários.
No âmbito do Programa “Água para Todos”, declarou, está previsto a cobertura total de todas as localidades.
Os municípios de Catabola e Chinguar e as comunas de Somakuanza, Malengue, Mutumbo, Lúbia, Dando e Luando têm sistemas de água insuficientes.

Tempo

Multimédia