Províncias

Comercialização de gás de cozinha garantida no Bié

Afonso Belo|Cuito

Agentes distribuidores de gás de cozinha no Bié garantem a venda todos os dias nas horas normais de serviço, durante a quadra festiva. O facto foi anunciado ao Jornal de Angola, por alguns agentes revendedores, na cidade do Cuito.

Agentes distribuidores de gás de cozinha no Bié garantem a venda todos os dias nas horas normais de serviço, durante a quadra festiva. O facto foi anunciado ao Jornal de Angola, por alguns agentes revendedores, na cidade do Cuito.
As fontes dizem não existir escassez de gás na província do Bié.  Amaro da Cruz, proprietário da agência distribuidora da vila do Cunje, a sete quilómetros da cidade do Cuito, afirmou que “não se registam enchentes, pelo facto de haver facilidade na aquisição de gás de cozinha a partir da Sonangol”.
Em relação à venda de gás no mercado paralelo, Simão Chiquito, habitante do Cuito, disse “não se registar a venda de gás a preços especulativos”.
“Compramos gás a 500 kwanzas tanto no mercado informal como nos agentes distribuidores”, garantiu.
Simão Chiquito assegurou que também não há constrangimentos na venda do gasóleo e gasolina, cujos postos de venda estão abertos durante 24 horas seguidas. Em todos os anos, são criadas medidas para que não haja falta de bens de primeira necessidade, durante a quadra festiva.

Tempo

Multimédia