Províncias

Cuidados médicos foram melhorados

A assistência médica e medicamentosa no centro materno infantil da comuna do Cunje, província do Bié, melhorou significativamente com o abastecimento regular de fármacos, material gastável e aumento do número de técnicos.

A directora do centro materno infantil da comuna, Ana Maria Céu, disse à Angop que a instituição sanitária realiza mais de 100 consultas todos os dias e o atendimento é efectuado segundo a gravidade do paciente.
A malária, doenças diarreicas e respiratórias agudas, anemia, febre tifóide, parasitoses intestinais e doenças sexualmente transmissíveis, são as mais diagnosticas naquela unidade.
Entretanto,  A morgue do hospital central do Bié está a funcionar apenas com quatro das seis arcas existentes para a conservação de cadáveres, por avaria das mesmas.
As quatro arcas têm capacidade para conservar dois cadáveres cada uma, mas a situação tem criado muito problemas.

Tempo

Multimédia