Províncias

Cuito com obras de requalificação

Matias da Costa | Cuito

Várias obras de carácter socioeconómico estão a decorrer em bom ritmo, na cidade do Cuito, no âmbito das acções de requalificação da capital da província do Bié.

Vista parcial da cidade do Cuito onde estão em curso diversas acções de impacto social
Fotografia: Francisco Bernaqrdo

Trata-se de uma escola de 20 salas na localidade de Catraio, que vai formar alunos nas especialidades do ensino industrial, da casa de velório e do primeiro edifício sede das direcções das associações juvenis locais.
O edifício das associações, construído numa área de 774.88 metros quadrados, conta com 22 divisões, onde vão funcionar as direcções, quatro salas para reuniões de médio porte e um auditório para 120 pessoas.
Já a academia de música, constituída por um piso, compreende zonas desportivas e de lazer, salas de música, auditório para 230 lugares e uma reitoria. Todas as obras têm conclusão prevista para 2015.
Para constatar o evoluir das obras de requalificação da cidade do Cuito, o governador provincial do Bié, Álvaro de Boavida Neto, visitou as referidas empreitadas durante uma jornada de campo.
Durante a jornada de campo, o governador Boavida Neto procedeu a colocação da primeira pedra para a construção da academia de música, no bairro Militar.
O governador Boavida Neto disse que a construção dos referidos empreendimentos surge da orientação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, no sentido dos governos provinciais previlegiarem as acções em prol dos jovens.
O governador do Bié salientou que os governos central e provincial continuam a desenvolver acções que visam a integração da camada juvenil nos programas económicos e sociais em curso em todo país.
Boavida Neto considerou que as obras, com destaque para a construção do edifício das direcções das associações juvenis e da academia de música, são pertinentes nas actividades quotidianas dos jovens.
O governador disse que os empreendimentos vão permitir que se descubra e se desenvolvam talentos, bem como capacidades úteis para a sociedade.
Boavida Neto disse ainda que, enquanto instituição pública, o governo vai continuar a garantir a funcionalidade das estruturas juvenis na província do Bié.

Tempo

Multimédia