Províncias

Cuito tem plano de desenvolvimento

Afonso Belo e Matias da Costa | Cuito

O Fundo de Apoio Social (FAS) procedeu ontem à assinatura do memorando de entendimento entre a Cruz Vermelha de Angola, Espanhola e a Administração Municipal do Cuito, que visa fomentar o desenvolvimento da região.

Várias infra-estruturas de impacto social são concluídas nos próximos tempos no Cuito para melhorar o nível de vida da população
Fotografia: Jaimagem.com

Financiado pela Cruz Vermelha de Angola, Espanhola e pela União Europeia, o plano de desenvolvimento contempla a construção de infra-estruturas sociais, como escolas, lavandarias e latrinas comunitárias.
O projecto tem por objectivo mobilizar as comunidades locais no sentido de participarem nos projectos de desenvolvimento e bem estar das populações.
Lauredina Manuel, responsável do Fundo de Apoio Social na província do Bié, disse que o projecto, numa primeira fase, vai durar quatro meses e está orçado em 250 milhões de kwanzas a serem investidos nos municípios do Cuito, Catabola, Camacupa, Chinguar, Cunhinga e Nharea.
A responsável do FAS no Bie informou, por outro lado, que, além da construção de infra-estruturas, o projecto contempla também a formação técnico-profissional, em áreas ligadas à agricultura e pequenos negócios.
Avis Agostinho, administrador do município do Cuito, manifestou-se satisfeito pelo Cuito ser o primeiro município a beneficiar do plano de desenvolvimento municipal. Aconselha, no entanto, os administradores comunais e seus colaboradores directos a prestar apoio institucional ao projecto do Fundo de Apoio Social.
Assistiram à assinatura do memorando empresários, entidades religiosas e tradicionais, funcionários da Administração Municipal, da Cruz Vermelha de Angola e Espanhola. Por outro lado, a população das localidades do Canjamba e Cangote, no município do Chinguar, elogiaram ontem as acções desenvolvidas pelo Governo da província do Bié, que visam a reposição de infra-estruturas nos sectores da Saúde, Educação, Energia e Águas.
O gesto de reconhecimento veio de Agostinho Loureiro, reverendo no município do Chinguar, na inauguração de uma escola primária, com quatro salas de aula, uma residência T3 para técnicos e um sistema de água potável. O padre elogiou a aposta do governo local na melhoria das condições de vida da população.

Tempo

Multimédia