Províncias

Deficientes físicos obtêm ocupação

José Chaves | Cuito

Quase dois mil portadores de deficiência física da província do Bié conseguiram emprego nos dois últimos anos, no âmbito do projecto Vem Comigo de apoio à reintegração social e profissional, iniciado em 2003, informou o presidente da Associação Nacional de Deficientes Angolanos (ANDA).

Silva Etiambulo disse que a formação profissional obtida através do referido programa facilitou a admissão de 1.772 deficientes físicos em cooperativas agrícolas, de pesca artesanal, e de artes e ofícios.
A ANDA entregou aos deficientes físicos kits de recauchutagem, serralharia, barbearia e outros ofícios, para desenvolverem uma actividade profissional por conta própria.
O presidente da associação revelou que, desde o início do programa Vem Comigo, foi possível dar a milhares de portadores de deficiência física, principalmente antigos militares, condições de vida condignas e enquadramento em actividades profissionais.
“Temos trabalhado na sensibilização dos beneficiários  para levá-los a deixar de trocar a consciência pela deficiência”, disse Silva Etiambulo.
Este ano, a ANDA prevê a instalação de um centro móvel de formação profissional no município da Nharêa, que vai dar formação a 600 portadores de deficiência física em várias especialidades.

Tempo

Multimédia