Províncias

Diagnosticados mais casos de SIDA

José Chaves | Andulo

Os serviços de Saúde no município do Andulo, no Bié, diagnosticaram 52 novos casos de SIDA, num universo de 1.927 pessoas consultadas no Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária (CATV), de Janeiro a Maio do corrente ano.

O responsável do Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária, Lucas Sandungua, disse ontem que o número de pessoas infectadas diminuiu significativamente em relação ao mesmo período de 2015.
Lucas Sandungua explicou que 50 por cento dos casos positivos foram diagnosticados em mulheres, na sua maioria grávidas. O responsável salientou que as mulheres grávidas beneficiam do programa de corte de transmissão vertical, que permite às seropositivas dar à luz bebés saudáveis, tendo defendido o aumento das campanhas de sensibilização nas comunidades rurais,  para aderirem aos testes voluntários de VIH-SIDA, para conter o índice de propagação da doença.

Formação de professores

Mais de 150 professores vão ser capacitados na província do Bié, de Junho a Setembro do ano em curso, em matérias ligadas ao VIH-SIDA, para fazerem parte das acções de sensibilização sobre a doença nas diversas instituições escolares, informou ontem,  na cidade do Cuito, o chefe de departamento da Saúde Pública e Controlo de Endemias, Isaías Cambissa.
Serão capacitados, de acordo com o responsável, professores das sedes municipais do Andulo, Cuito, Catabola, Camacupa, Chinguar, Chitembo, Cunhinga, Nhârea e Cuemba.
Isaías Cambissa adiantou que poderão ser formadas igualmente as autoridades tradicionais do interior da província, com vista a promoverem palestras de prevenção contra o HIV-SIDA, nas zonas rurais.
A formação, assegurou, vai abranger igualmente pessoas que vivem com o vírus, no sentido de fazerem igualmente parte das palestras de prevenção da pandemia, a serem realizadas nas comunidades.

Tempo

Multimédia