Províncias

Diagnosticados novos casos de raiva

Noventa e dois casos de raiva, com três mortes, foram diagnosticados de Março a Setembro pelas autoridades sanitárias da comuna de Kalussinga, município de Andulo, província do Bié.

Noventa e dois casos de raiva, com três mortes, foram diagnosticados de Março a Setembro pelas autoridades sanitárias da comuna de Kalussinga, município de Andulo, província do Bié.
 A informação foi avançada pelo chefe de secção do único centro hospitalar de Kalussinga, Pedro Suende. O maior foco de mordedura de cães raivosos registou-se nas localidades de Tumba, Cambundo e Ngango, onde continuam a fazer vítimas. Pedro Suende disse haver muita negligência por parte da população em vacinar os cães, gatos e macacos, apesar de terem sido instaladas equipas para vacinarem os animais de estimação.
O chefe da repartição municipal da Saúde, Francisco Chiquete, disse que as autoridades sanitárias já notificaram os serviços veterinários para o reforço das medidas urgentes de vacinação. As autoridades comunais têm poucas vacinas anti-rábicas e os casos de mordedura estão a ser registados nas embalas e aldeias muito distantes da sede comunal.
 Andulo recebeu uma viatura para a recolha de cães vadios e outros.

Tempo

Multimédia