Províncias

Distribuídos terrenos a centenas de famílias da cidade do Cuito

Matias da Costa | Cuito

Perto de 600 famílias, que vivem em condições precárias, na cidade do Cuito, vão beneficiar brevemente de parcelas de terra, para autoconstrução, anunciou ontem o porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros do Bié.

Vasco Chioca realçou que o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros identificou novas zonas de risco, onde vivem famílias em péssimas condições de habitabilidade, daí que esforços estão a ser feitos para que as mesmas sejam realojadas em zonas seguras.
O porta-voz apontou os bairros da Boavista, na comuna do Cunje, e do Piloto e Chissindo, na cidade do Cuito, como as áreas onde ainda existem muitas famílias a viver em zonas adjacentes às ravinas, rios e em terrenos muito acidentados.
Vasco Chioca salientou que a concessão de parcelas de terra é da competência das administrações municipal do Cuito, que, dentro dos seus planos, trabalham vinculadas com o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros para o efeito.
Além desta acção, o responsável assegurou que os serviços provinciais estenderam igualmente o raio de intervenção aos demais municípios da província, com postos de prevenção contra sinistros e outras calamidades.
 Vasco Chioca avançou ainda a realização de palestras regulares nas escolas, igrejas, mercados formais e informais, locais de trabalho e em alguns centros de conveniência, para sensibilizar os munícipes sobre os riscos da calamidades e suas formas de prevenção.

Tempo

Multimédia