Províncias

Doentes de tuberculose abandonam o sanatório

Delfina Vitorino | Kuito

Um total de 27 doentes com tuberculose abandonaram, no ano passado, o tratamento no Hospital Sanatório do Kuito, sem autorização, revelou a directora do estabelecimento.

Um total de 27 doentes com tuberculose abandonaram, no ano passado, o tratamento no Hospital Sanatório do Kuito, sem autorização, revelou a directora do estabelecimento.
Estes pacientes faziam parte da lista dos 207 novos casos de tuberculose registados em 2009, ano em que foram tratadas 150 pessoas, disse Fernanda Rafael.
A directora do sanatório lamentou que muitos doentes, após a medicação feita durante quatro meses, se achem totalmente curados, abandonando o hospital, sem autorização da equipa médica. A directora do sanatório afirmou que o número de casos de tuberculose na região aumenta todos os anos, em parte devido à livre circulação de pessoas e bens.
Em 2009, ocorreram 15 óbitos no hospital.
Actualmente há no Sanatório do Kuito doentes provenientes de várias províncias.
 A directora esclareceu que a tuberculose nas crianças tem sido extra-pulmonar, ganglionar, intestinal e óssea, cuja transmissão da bactéria é fruto da convivência com algum familiar que tenha a doença.

Tempo

Multimédia