Províncias

Ensino especial no próximo ano lectivo para alunos portadores de deficiências

Delfina Victorino | Cuito

Uma escola de ensino especial de cinco salas de aulas está concluída na cidade do Cuito e vai acolher no próximo ano lectivo, alunos da província, portadores de deficiências. A informação foi prestada ontem  pelo director provincial da Educação Manuel Ngonga.

Uma escola do ensino especial de cinco salas está concluída na cidade do Cuito e vai acolher alunos da província e arredores
Fotografia: Jornal de Angola

Uma escola de ensino especial de cinco salas de aulas está concluída na cidade do Cuito e vai acolher no próximo ano lectivo, alunos da província, portadores de deficiências. A informação foi prestada ontem  pelo director provincial da Educação Manuel Ngonga.
O responsável avançou ainda que dez professores foram formados nas diversas áreas do saber, objectivando a sua melhor prestação nas especialidades de deficiência visual, auditiva, transtornos de linguagem, psicomotores, atraso-mental e transtornos de conduta, por forma a assegurar a formação dos alunos nessas situações.
Manuel Ngonga adiantou que cerca de 72 alunos identificados como tendo necessidades especiais no município do Cuito, vão puder fazer uso de materiais escolares especiais no ensino, ressaltando a existência de carteiras especiais para o apetrechamento das salas das respectivas salas de aula.
Sublinhando que a escola vai igualmente integrar alguns do ensino normal, na prespectiva de dinamizar o intercâmbio social, minimizando dessa forma, o espírito de descriminação no processo de ensino e aprendizagem – aquele responsável convidou os  professores formados nas especialidades acima referidas, a se comprometerem na formação dos que dos restantes municípios.
A concluir, disse que a direcção da Educação perspectiva criar um centro de diagnóstico e orientação psico-pedagógico para a identificação de crianças, jovens e adultos com necessidades especiais – bem assim, continuar a formar e a capacitar os docentes.  Refira-se que a instituição possui um laboratório, água canalizada, energia eléctrica, áreas administrativas e um pátio de recreação – encontrando-se as obras já na sua fase final.

Tempo

Multimédia