Províncias

Equipa de clínica geral beneficia de reforços

José Chaves |

O município do Andulo, na província do Bié, conta, desde a semana finda, com mais cinco médicos, para reforçar as equipas que trabalham em diferentes unidades sanitárias.

Serviços de saúde estão cada vez mais próximos do cidadão
Fotografia: Rogério Tuti | Edições Novembro

De acordo com o director municipal da Saúde, José Cambuta, os novos médicos vão funcionar nas unidades de saúde de Calussinga, nos hospitais missionários de Chicumbe, Chilesso e no Hospital Municipal.
Num encontro com os novos médicos, José Cambuta falou da realidade sanitária do município e suas dificuldades e realçou as expectativas da população com a chegada dos novos médicos.
O responsável municipal do sector da Saúde enfatizou o facto de os médicos serem jovens e estarem preparados para ensinar as boas práticas de prevenção das doenças e proporcionar aos pacientes melhor atendimento.
De acordo com José Cambuta, o número de técnicos continua aquém das necessidades. O município do Andulo conta com 37 unidades sanitárias, das quais um hospital municipal, dois hospitais missionários, um centro materno infantil, três centros de saúde e diversos postos de saúde construídos em diferentes aldeias, ombalas e povoações, bem 474  técnicos, entre enfermeiros e administrativos, e 15 médicos.
O Bié foi contemplado com 27 médicos, distribuídos pelo Ministério da Saúde, que foram colocados nos noves municípios, designadamente Cuito, Chinguar, Chitembo, Cunhinga, Andulo, Nharêa, Catabola, Cuemba e Camacupa.
Por outro lado, 20.700 toneladas de milho foram produzidas na presente campanha agrícola, na fazenda "Vinevala", localizada no município do Chinguar, 75 quilómetros a sudoeste da cidade do Cuito, província do Bié, informou ontem o proprietário da fazenda.
Alfeu Vinevala disse ter havido um aumento de cerca de 400 toneladas, em relação à safra anterior.

Tempo

Multimédia