Províncias

Estradas dificultam expansão dos serviços

Delfina Victorino | Cuito

O mau estado de algumas das vias secundárias e terciárias da província do Bié prejudica a execução do programa de expansão dos serviços do sector da Justiça, lamentou ontem, na cidade do Cuito, o delegado local.

Autoridades continuam a criar condições para instalar postos de registos nas comunas
Fotografia: Nicolau Vasco

Mateus Balanga disse que muitas acções programadas, entre as quais a instalação de postos de emissão de Bilhetes de Identidade e Cédulas Pessoais, estão suspensas por não ser possível aceder a alguns municípios devido ao mau estado das vias.
O delegado provincial da Justiça prometeu que as autoridades vão continuar a criar condições para instalar postos de registos de notariado e de identificação em todas as comunas para permitir que as pessoas tenham acesso a estes serviços sem terem de percorrer grandes distâncias.
Apesar das dificuldades, o processo de registo gratuito continua e, sublinhou, apenas no ano passado foram passadas 7.218 certidões de nascimento na província.
No mesmo período, disse, o sector da Justiça, em colaboração com o Governo Provincial, construiu na comuna do Cunha um posto fixo para a emissão de Bilhetes de Identidade e certidões de nascimento.
O Bié tem postos fixos para a emissão de Bilhetes de Identidade e de registo nos municípios de Chitembo, Cuito e Nharea e na comuna do Cunha.
Nos municípios do Cunhinga e de Cunje começaram no fim do ano passado a funcionar lojas de registos civis.
Mateus Balanga recordou que o programa de expansão dos serviços às comunas e nas aldeias se destina a facilitar o tratamento de documentos básicos indispensáveis para, entre out4ros fins, entrar na  escola, conseguir emprego e ter conta bancária, garantir a sua inserção nos postos de emprego, escolas, sistema bancário.
A província do Bié é constituída pelos municípios do Cuito, Cunhinga, Catabola, Camacupa, Cuemba, Chinguar, Chitembo, Andulo e Nharea.

Tempo

Multimédia