Províncias

Estudantes do Bié exortados a resgatar os valores cívicos

Estudantes da Escola Superior Pedagógica do Bié foram sábado exortados, na cidade do  Cuito, a promoverem acções tendentes a elevar os valores morais e cívicos no seio da juventude, visando a edificação de uma sociedade digna.

Defendida maior união entre os cidadãos
Fotografia: João Gomes

O apelo foi feito pelo psicopedagogo Álvaro Gilberto Chimboto Alves, durante uma palestra subordinada ao tema “O papel do estudante universitário na moralização da sociedade”, dirigida aos discentes da Escola Superior Pedagógica do Bié (ESP/Bié).
Durante a palestra, o psicopedagogo destacou a necessidade dos jovens, enquanto estudantes do ensino superior, a trabalharem seriamente na recuperação dos valores que definem o homem sábio.
O docente apontou os valores morais, éticos, culturais e patrióticos como a essência que define a vida do ser humano a tornar-se um elemento útil à sociedade, frisando ser a partir deles que aprende a viver em colectividade.
“Viver a juventude nos dias actuais é emitir juízo sobre diferentes valores, é aprender a ter uma opinião própria na interacção com os adultos, procurando sempre buscar as respostas dos desafios da vida”, acrescentou.
O papel do estudante universitário, no entender do orador, deve ser comparado à imagem e semelhança de Deus, que resulta da crucial necessidade de levar o amor onde há ódio, transformar a ofensa em perdão, a discórdia em união e outros bens abonatórios à convivência social.
 O vice-governador para o sector Político e Social, Carlos Ulombe da Silva, anunciou que o governo tem vindo a trabalhar num programa que visa promover uma convivência harmoniosa entre todos os cidadãos.
Carlos Ulombe da Silva admitiu a existência de níveis acentuados de degradação de valores morais, éticos, culturais e patrióticos, assegurando que o programa de moralização da sociedade tem o apoio das igrejas e associações.
O estudante Anacleto Oseias, do curso de psicologia da “ESP/Bié”, elogiou a iniciativa da escola na promoção do encontro, referindo que a palestra ilustrou a forma de viver em sociedade e a necessidade de respeitar as opiniões controversas.
Para o estudante, é necessário que se promovam mais actividades do género a nível de outras instituições de ensino, para o rápido processo de resgate dos valores.

Tempo

Multimédia