Províncias

Falta de técnicosna rede sanitária

JOSÉ CHAVES| Cassumbi

Mais de 50 técnicos de saúde, entre médicos de diferentes especialidades e enfermeiros, são necessário para cobrir a rede sanitária da comuna de Cassumbi, no município do Andulo, Bié, disse na sexta-feira ao Jornal de Angola o chefe da secção da Saúde local.

Centros registam muitos casos de doenças
Fotografia: Jornal de Angola

Aurélio Chinguechama informou que na comuna existem apenas 31 técnicos, entre médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar, o que é insuficiente para dar resposta à procura.
A localidade de Cassumbi dispõe de quatro unidades sanitárias, sendo três postos e um centro de saúde, que atendem em média 150 pessoas, entre crianças, jovens e adultos.
A malária, as doenças diarreicas e respiratórias agudas são as mais frequentes na circunscrição. Com uma população calculada em cerca de 150 mil habitantes, maioritariamente camponesa, a comuna de Cassumbi fica a 50 quilómetros da vila municipal do Andulo

Tempo

Multimédia