Províncias

Fiscalização apertada das actividades comerciais

Matias da Costa | Cuito

A administração municipal de Kamacupa, na província do Bié, criou uma comissão fiscalizadora para a implementação, até finais do corrente mês, de novas medidas para combater as irregularidades que se registam em vários estabelecimentos comerciais.

A administração municipal de Kamacupa, na província do Bié, criou uma comissão fiscalizadora para a implementação, até finais do corrente mês, de novas medidas para combater as irregularidades que se registam em vários estabelecimentos comerciais existentes naquela localidade. Em entrevista ao “Jornal de Angola”, a administradora Maria Domingos, explicou que a referida comissão, composta por técnicos dos serviços fiscais e administrativos, vai promover acções formativas, palestras e conferências. De acordo com a administradora, a introdução de novas estratégias deve-se ao crescimento do exercício ilegal das actividades comerciais, o que constitui infracção prevista e punida nas leis vigentes no país.
Maria Domingos revelou que muitos moradores, sem a devida autorização, fazem das suas residências estabelecimentos comerciais. A  Comissão terá um papel fiscalizador permanente.

Tempo

Multimédia