Províncias

Fomento da apicultura reforçado na província

Victorino Matias | Dundo

Um grupo de 100 mulheres rurais do município do Chitato, na Lunda Norte, está a ser capacitado em matérias de fomento da actividade apícola e de produção de sabão, no âmbito do desenvolvimento das comunidades e do apoio ao reforço das suas capacidades económicas.

Mulheres da província da Lunda Norte aprendem novas técnicas para criar peixe em viveiros
Fotografia: Nilo Mateus

O seminário, que termina hoje, é promovido pelo Ministério da Família e Promoção da Mulher, em parceria com uma empresa brasileira, e visa implementar diversos projectos relacionados com a produção de sabão e mel na Lunda Norte.
O director provincial em exercício da Família e Promoção da Mulher, Jonasse Carima, adiantou que na formação, iniciada segunda-feira, são  ministradas matérias teóricas e práticas relacionadas com a produção de sabão e de mel. O responsável salientou a importância que se reveste a transmissão de conhecimentos sobre actividades produtivas a serem desenvolvidas a nível do meio rural, como uma mais-valia com repercussões positivas na vida quotidiana das mulheres rurais. O director em exercício avançou que a acção formativa, de cinco dias, está também enquadrada no âmbito da estratégia de combate à fome e  redução da pobreza.
A iniciativa de inserção da mulher rural na prática de actividades produtivas e transformadoras vai permitir diversificar as culturas e a economia familiar, gerando mais rendimentos na sociedade rural e evitar a crónica dependência da agricultura familiar, que é praticada geralmente na região.
O formador Marcelo Caminha, da empresa Capilongo, disse que a formação visa capacitar as mulheres das zonas rurais em tecnologias rudimentares de colheita de mel sem qualquer dificuldade.
O projecto vai fazer também com que se estimule o crescimento económico, promover a inovação e a criatividade, assim como a participação directa da mulher em actividades económicas.

Tempo

Multimédia