Províncias

Formados mestres de artes e ofícios

José Chaves | Andulo

Um grupo de 79 jovens, sendo 30 do sexo feminino, concluiu no Andulo, Bié, cursos de informática, electricidade de baixa tensão, serralharia, alvenaria, canalização e culinária.

Um grupo de 79 jovens, sendo 30 do sexo feminino, concluiu no Andulo, Bié, cursos de informática, electricidade de baixa tensão, serralharia, alvenaria, canalização e culinária. Os cursos, com a duração de nove meses, decorreram no pavilhão de artes e ofícios do Andulo, agregado ao Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), no âmbito do programa de combate ao desemprego.
O chefe do pavilhão de artes e ofícios do Andulo, Manuel Chilulu, agradeceu a dedicação e empenho dos alunos e pediu aos parceiros sociais na província para colaborarem na inserção dos jovens no mercado de trabalho, para reduzir o número de desempregados, a delinquência e a prostituição.
Arminda Naunda, formada em culinária, manifestou-se satisfeita pela forma como foi realizado o curso e valorizou o empenho dos alunos.
Domingos Filipe formou-se em canalização e com os conhecimentos adquiridos promete dar o seu contributo no desenvolvimento do município. Artur João formou-se em informática e quer colocar em prática o que aprendeu. O Andulo é um dos nove municípios do Bié, cuja sede dista 130 km da cidade do Cuito, capital da província, e ocupa uma área de 10.700 km quadrados.

Tempo

Multimédia