Províncias

Fornecimento de água potável foi ampliado

Delfina Vitorino |Cuito

Os sistemas de distribuição de água dos municípios de Catabola, Chinguar e comunas de Somakuanza, Malengue, Mutumbo, Lúbia, Dando e Luando são deficitários e necessitam, por isso, de ampliação.

Os sistemas de distribuição de água dos municípios de Catabola, Chinguar e comunas de Somakuanza, Malengue, Mutumbo, Lúbia, Dando e Luando são deficitários e necessitam, por isso, de ampliação, revelou ontem ao Jornal de Angola o director provincial da Energia e Águas, Abel Guerra.
O responsável disse que a rede de distribuição de água está a ser ampliada para seis mil ligações domiciliárias contra as actuais duas mil. A produção média da central de captação e tratamento de água está estimada em 3.500 metros cúbicos por dia.
No âmbito do programa “Água para Todos” estão a ser dados passos significativos nas sedes municipais e comunais, com a construção de pequenos sistemas de captação de água, a partir das fontes existentes, acrescentou Abel Guerra, notando que a aposta do governo provincial é o abastecimento a todos os bairros periféricos e zonas rurais.
O programa “Água para Todos” prevê uma cobertura a 80 por cento, até 2012, e todos esforços estão a ser envidados para alcançar essa meta, assegurou o director da Energia e Águas do Bié, sublinhando que as 30 comunas e nove municípios vão estar cobertos na totalidade com sistemas integrados de abastecimento de água potável.
Muitas localidades hoje beneficiam de água de formas diferentes, desde os pontos de água independentes, furos ou bombas manuais.

Tempo

Multimédia