Províncias

Garantida continuidade das obras

João Constantino| Cuito

O governador provincial do Bié garantiu a continuidade das obras de grande impacto social, apesar da baixa do preço do barril de petróleo no mercado internacional.

Aposta na reabilitação das estradas vai permitir que a circulação de pessoas e mercadorias seja feita em melhores condiçoes
Fotografia: Nicolau Vasco

Álvaro de Boavida Neto referiu que as mesmas podem sofrer uma desaceleração na sua execução física, mas nunca paralisá-las ou adiá-las para o próximo ano.
"Creio de modo particular que há acções que não podem ser preteridas, como a valorização dos recursos humanos, a construção de salas de aulas, a vacinação das crianças, a construção do hospital provincial, a aerogare do aeroporto do Bié, as estradas Cunje-Rio Nbuim, Cunje-Catabola-Camacupa e Cuemba. Algumas acções podem ser desaceleradas, mas nunca adiadas", frisou Boavida Neto.
O governador provincial, que falava na abertura da sétima sessão ordinária do Conselho  Provincial de Auscultação e Concertação Social, salientou que "o nosso compromisso é a estabilidade e sensibilidade social básica".
No encontro, os participantes procederam à analise da situação actual do sector de Educação, mostraram-se preocupados com o número elevado de crianças fora do sistema de ensino, na província, e recomendaram ao Governo Provincial do Bié a construção de mais salas de aulas.
Os membros do Conselho Provincial de Auscultação e Concertação Social procederam também a um balanço provisório da campanha de vacinação anti-rábica, analisaram os resultados da campanha agrícola 2014/2015 e recomendaram a criação de cooperativas agrícolas em cada umbala, para relançar a agricultura.
O relatório de balanço das actividades desenvolvidas e dos programas de impacto económico e social imediato, durante o ano de 2014, foi apreciado. Os membros do Conselho recomendaram ao Governo Provincial do Bié a execução física dos 87 projectos constantes do Programa Provincial de Investimentos Públicos, como a reabilitação e construção de infra-estruturas sociais.
Enalteceram o trabalho das autoridades das forças policiais pelo aumento da operacionalidade das forças, o que tem contribuído para a redução de crimes e acidentes rodoviários.

Tempo

Multimédia