Províncias

Gestores administrativos melhoram competências

Matias Costa| Cuito

Directores provinciais, administradores e chefes de repartições técnicas das Administrações Municipais do Bié estão a melhorar, na cidade do Cuito, as suas competências na abordagem das complexidades na materialização dos investimentos públicos.

Os gestores públicos estão a participar num seminário, iniciativa do Governo Provincial do Bié, para assinalar a abertura do I Conselho do Sector Técnico e Infra-estruturas, que visa, entre outros, criar no seio de responsáveis aptidões para monitorizar e apurar as execuções físicas nos mais diversificados sectores.
O vice-governador para o Sector Técnico e Infra-estruturas do Bié, José Fernando Tchatuvela, disse que o evento surge da necessidade de o Governo melhorar os índices de performance no que toca às infra-estruturas sociais.
José Tchatuvela considerou pertinente a realização de formação, tendo adiantado que a mesma vai permitir uniformizar tecnologias de trabalho de forma permanente e sustentável.
No final da formação, os técnicos de infra-estruturas da província vão estar em condições de garantir a qualidade e a conformidade em relação à contratação de empreitadas e alargar a bolsa de parceiros do Governo. José Tchatuvela apelou ainda para a racionalização na utilização dos recursos, elemento concreto que harmoniza a eficiência da vida administrativa do Governo do Bié.
A província do Bié, com cerca de dois milhões de habitantes, distribuídos em nove municípios e 30 comunas, tem, para este ano, um orçamento de 13.149 mil milhões de kwanzas.
Além da sua sede, o Cuito, o Bié conta com os municípios do Andulo, Cunhinga, Catabola, Camacupa, Cuemba, Chinguar, Chitembo e Nharêa.

Tempo

Multimédia