Províncias

Governador apela à vigilância popular na preservação do património público

O governador provincial do Bié, Boavida Neto, apelou na sexta-feira na cidade do Cuito à população desta região a manter-se vigilante, para evitar que os bens públicos sejam vandalizados.

Detectados elementos que retiravam parafusos e outros meios da linha-férrea
Fotografia: Jornal de Angola

O governador provincial do Bié, Boavida Neto, apelou na sexta-feira na cidade do Cuito à população desta região a manter-se vigilante, para evitar que os bens públicos sejam vandalizados.
 Boavida Neto disse à Angop que a destruição propositada de bens públicos em algumas zonas da província é feita por grupos, alguns dos quais organizados e com objectivos claros de criar danos ao património do Estado.
 Por isso, o responsável defendeu a necessidade de unir esforços, tanto por parte das autoridades tradicionais e religiosas, além das associações juvenis e outras, para denunciar tais infracções.
“Observamos com frequência frases nas paredes de escolas, hospitais e outras infra-estruturas do Estado já recuperadas, e ainda detectámos alguns elementos que retiravam os parafusos e outros meios da linha férrea de Benguela e dos postos de corrente eléctrica de alta tensão no troço do Huambo ao Cuito”, frisou.
 Boavida Neto lembrou que o Governo gasta muito com os investimentos que tem vindo a fazer para o melhoramento das condições de vida das populações e apela à sua conservação. Para Boavida Neto, chegou a hora de colocar fim às acções negativas, afirmando que a Polícia Nacional está a redobrar esforços para que o patrulhamento atinja todas as áreas, bem como punir os infractores.

Tempo

Multimédia