Províncias

Governador do Bié junta empresários

Matias da Costa | Cuito

A classe de empresários no Bié almeja, para os próximos anos, um governo efectivamente inclusivo, que renove as bases de desenvolvimento e a criação de empregos.

Um ângulo da cidade do Cuito que acolheu o encontro entre o governador e os empresários
Fotografia: Edições Novembro |

Os empresários manifestaram este desiderato durante um encontro com o governador Boavida Neto, onde defenderam que o órgão de coordenação política e administrativa afina instrumentos económicos e sociais para a inserção da classe.
A porta-voz da comissão de empresários, Rebeca Fandango, descreveu a necessidade de se implementarem acções concretas nos sectores da construção civil, comércio e da prestação de serviços, para que a província subtraia o número de desemprego. />Rebeca Fandango disse que reconhece a redução dos recursos disponíveis, o que motivou o abrandamento das execuções dos projectos, mas, acrescentou, ainda assim prevalece a vontade clara de se proporcionar e desenvolver negócios, com apoios do governo local.
O governador do Bié assegurou que o programa de governação para os próximos cinco anos dá prioridade à promoção do desenvolvimento sustentável, inclusão económica e social, para a correcção da desigualdade.

Tempo

Multimédia