Províncias

Governador exige celeridade na execução de obras

Afonso Belo e Sérgio V. Dias | Cuemba

O governador do Bié, Boavida Neto, exigiu, no município do Cuemba, aos directores dos distintos organismos locais e aos administradores municipais trans­parência e celeridade na execução física e financeira dos projectos destinados a melhorar a vida das populações das áreas sob sua jurisdição.

Estão em curso na região diversas acções de impacto social com destaque para a reabilitação de estradas e construção de infra-estruturas
Fotografia: Edson Fabrizio

Durante a V Reunião Técnica do Governo com os administradores municipais, realizada no Cuemaba, Boavida Neto reconheceu os efeitos destes encontros pelas deliberações e resultados obtidos.
Boavida Neto disse que estes encontros técnicos do Governo têm carácter metodológico, pedagógico e despertam para a prossecução dos objectivos para o desenvolvimento das municipalidades.
Ao dirigir-se aos administradores municipais, pediu-lhes u­ma maior atenção na execução dos projectos prioritários, tendo em conta os recursos financeiros e materiais disponíveis para cada município, de acordo com as suas especificidades.
“É função das administrações municipais criarem mecanismos e cumprirem, efectivamente, a concretização dos projectos traçados, para que o Governo tenha credibilidade em relação às metas preconizadas”, afirmou. O governador informou que os programas de combate à pobreza, Água para todos e de Investimentos Públicos, em curso há três anos, estão concretizados na ordem dos 96 por cento, em termos de execução financeira e física. Apesar disso, recomendou mais rigor no acompanhamento e monitorização na execução dos projectos por parte dos diferentes sectores, administrações municipais e empresas fiscalizadoras contratadas para o efeito.
No encontro, os participantes analisaram o grau de execução física e financeira das 200 habitações por município, enquadradas no Programa de Investimentos Públicos.
Em relação ao sector da Educação, os membros do Governo foram informados sobre a expansão do ensino secundário nas comunas e nos centros administrativos com maior concentração populacional.
O programa crédito de campanha agrícola também foi analisado, o que permitiu reconhecer que está a dar resultados positivos, por facilitar a aquisição de fertilizantes, instrumentos de trabalho, sementes e a preparação de terras para os pequenos e médios produtores. Quanto ao programa de fitossanidade, os participantes no encontro consideraram ser necessário o seu incremento, para reduzir as perdas das colheitas de produtos agro-pecuários, que contribuem para a segurança alimentar e para combater a fome e a pobreza.
Saudaram, ainda, a forma como decorreu o fórum provincial da mulher rural. O governador do Bié inaugurou no Cuemba u­ma série de empreendimentos que vão mudar as condições de vida da população do município.
Entre as estruturas inauguradas constam um salão de apoio ao Palácio Municipal, residências para quadros da função pública e o mercado local.
Boavida Neto e a comitiva que o acompanhou ao Cuemba contactaram com as autoridades e com a população do município, e visitaram os 200 fogos habitacionais em construção no município, o hospital municipal e a cozinha comunitária, localizada na sede da região.
O município do Cuemba, constituído maioritariamente por uma população de origem camponesa, agrega, além da sua sede, as comunas de Munhango, Sachinemuna e do Luando.

Tempo

Multimédia