Províncias

Governo identifica zonas para construir mais salas

Matias da Costa | Cuito

O governador do Bié, Boavida Neto, ordenou às administrações municipais e à direcção provincial da Educação que conjuguem esforços no sentido de identificarem áreas livres para serem construídas novas salas de aulas.

Governador da província do Bié defende a construção de escolas em zonas apropriadas
Fotografia: Edmundo Eucílio

Boavida Neto salientou que esta medida se deve ao facto de, em muitas zonas da província, se estarem a construir salas de aulas de forma irregular no perímetro de algumas escolas, sem que haja a anuência prévia das instituições competentes. Estas construções, normalmente feitas com chapas de zinco e por iniciativa das direcções das escolas, surgem com o propósito de fazer face ao crescimento da população estudantil e desafogar as salas definitivas existentes. No entanto, estes anexos não oferecem as melhores condições para as crianças aprenderem.
O governador do Bié deixou claro que o actual sistema de ensino tem apostado na construção e melhoria das estruturas escolares e nas práticas pedagógicas convencionais. Por isso, instou os responsáveis das Administrações Municipais e da direcção provincial da Educação a acompanharem e monitorizarem todos os projectos a desenvolver no referido sector.
Boavida neto disse, ainda, que é preciso normalizar as escolas existentes, para que elas possam funcionar bem e obter resultados efectivos e eficazes. “Temos de trabalhar juntos nesta luta de enquadrar mais alunos no sistema, mas que sejam formados com qualidade”, rematou.

Tempo

Multimédia