Províncias

Gravidezes precoces preocupa autoridades

O governador do Bié, Álvaro Manuel de Boavida Neto, aconselhou ontem os adolescentes a acautelarem gravidezes indesejadas, de forma a não comprometerem o seu desenvolvimento.

Na sociedade actual é frequente as adolescentes terem filhos o que acaba por comprometer o processo de formação académica e profissional
Fotografia: Santos Pedro

O governador referiu ser frequente na sociedade actual as adolescentes terem filhos, tendo sublinhando que tal prática fere os princípios morais, além de comprometer o processo de formação académica ou profissional da pessoa.
Álvaro Manuel de Boavida Neto alertou as famílias a dedicarem-se seriamente na educação sexual dos filhos e sobretudo sem “tabus”, visando elucidar as adolescentes dos riscos das relações irresponsáveis.
O governante mostrou-se também indignado por haver ainda em algumas localidades da província, sobretudo nas zonais rurais, a cultura do casamento entre adolescentes e muitas vezes forjado pelos adultos.
“Os pais e encarregados de educação devem conversar com os filhos para que compreendam que a melhor forma de viver não é ter filhos ou casar cedo, mas sim, apostar seriamente na formação académica e profissional”, sustentou.

Diminuição de mortes

O chefe de secção dos Cuidados Primários de Saúde da Direcção Provincial, Paulo Chipalavela, disse no Cuito que os casos de mortes maternas diminuíram no ano passado a nível das unidades hospitalares da circunscrição. Durante o ano de 2014, as autoridades sanitárias registaram 53 mortes maternas, menos dez em relação ao ano anterior.
A diminuição dos casos deveu-se à extensão da rede sanitária, associada à melhoria na qualidade dos serviços médicos oferecidos à população, sobretudo no interior da província. No período em referência, frisou, 1.280 mulheres em idade fértil receberam a vacina contra o tétano, no âmbito do programa de imunização do departamento de saúde pública e controlo de endemias na região.
O Governo da província do Bié vai continuar a melhorar os serviços de assistência materna, com a construção de mais centros e postos médicos, colocação e formação de enfermeiros, aquisição de kits para parteiras tradicionais, entre outras acções.
O chefe de secção dos Cuidados Primários de Saúde da Direcção Provincial, Paulo Chipalavela, aconselhou as gestantes e mulheres em idade fértil a fazerem as consultas de rotina, tais como ginecologia e outras para detectar e prevenir enfermidades na gravidez.

Tempo

Multimédia