Províncias

Hospital Geral da Missão de Chicumbi reabilitado para melhorar a assistência

José Chaves | Andulo

O Hospital da Missão de Chicumbi, no município do Andulo, província do Bié, com capacidade para 60 camas, foi reinaugurado na terça-feira pelo governador Boavida Neto.

O hospital vai poder internar dezenas de pacientes e foi inaugurado na última terça-feira pelo governador provincial
Fotografia: Jornal de Angola

O Hospital da Missão de Chicumbi, no município do Andulo, província do Bié, com capacidade para 60 camas, foi reinaugurado na terça-feira pelo governador Boavida Neto.
A reinauguração da unidade sanitária, que esteve paralisada durante 35 anos devido à retirada dos missionários daquela localidade, enquadrou-se nas comemorações do 40º aniversário da elevação de Andulo à categoria de cidade.
As obras de reabilitação do edifício do hospital, que se encontrava parcialmente destruído devido ao conflito armado, iniciaram-se há três anos, tendo custado aos cofres do Estado cerca de 35 milhões de kwanzas, no âmbito do Programa de Reconstrução Nacional.
O Hospital da Missão de Chicumbi tem 18 enfermarias e vai prestar assistência nas especialidades de medicina, pediatria, raio X, cirurgia, estomatologia, oftalmologia, hemoterapia, entre outros.
Para o abastecimento de água potável à zona onde está instalado o hospital foi feito um furo artesiano de 52 metros com capacidade para bombear dois mil litros por hora. O mesmo está ligado a um sistema de energia solar, num custo de cinco milhões de kwanzas, inserido no Programa “Água para todos”.
Além da ligação completa das áreas internas, foram montadas, no âmbito do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, um sistema eléctrico, com um gerador de 150 KVA e 14 postes de iluminação pública, na missão. Este projecto custou 10 milhões de kwanzas.
O hospital de Chicumbi foi construído em 1963 pelos missionários católicos e é a maior unidade sanitária do município do Andulo.
 
Novos empreendimentos

 
Quanto ao sector da Educação, o governador provincial do Bié, Boavida Neto, inaugurou quatro escolas, sendo três do ensino primário e uma do I ciclo do ensino secundário, no quadro das celebrações do aniversário do Andulo. Com esta inauguração, 1.548 alunos, que estudavam em condições precárias, passaram a dispor de melhores condições de acomodação. O governador provincial do Bié inaugurou ainda um centro infantil comunitário construído de raiz e procedeu à entrega de inputs agrícolas aos pequenos produtores, como fertilizantes diversos e sete motorizadas aos supervisores de escolas de campo.
Boavida Neto fez também a entrega de gado bovino e concedeu à administração municipal do Andulo oito viaturas, entre as quais três ambulâncias, que serão distribuídas pela sede comunal e os centros de saúde de Chivaulo e Cassumbi.
O município do Andulo, que ascendeu à categoria de vila a 13 de Julho de 1971, fica a 130 quilómetros do Cuito e tem uma extensão de 10.700 quilómetros quadrados. Com uma população estimada em 311.544 habitantes,que se dedicam fudamentalmente à agricultura, o município está administrativamente dividido em quatro comunas: Andulo, sede municipal, Calussinga, Cassumbe e Chivaulo.

Tempo

Multimédia