Províncias

Incidência da malária diminuiu no município

José Chaves | Andulo

A repartição municipal de saúde do Andulo, província do Bié, registou, entre Janeiro e Setembro deste ano, 1.989 casos de malária, o que representa uma redução de 30 por cento, em relação a igual período de 2011.

A repartição municipal de saúde do Andulo, província do Bié, registou, entre Janeiro e Setembro deste ano, 1.989 casos de malária, o que representa uma redução de 30 por cento, em relação a igual período de 2011.
O chefe da repartição municipal de saúde, Francisco Chiquete, afirmou que esta diminuição é resultado das medidas de prevenção tomadas pela instituição com esse objectivo. Entre elas, destacou o reforço da sensibilização da população, os trabalhos comunitários ligados à higiene do meio e a distribuição de mosquiteiros impregnados com insecticida.
A par do registo de menos casos, houve também uma redução de óbitos, fruto da acção do programa anti-larval da direcção provincial da Saúde.
A diminuição de casos de doentes e de mortes deve-se também ao aumento das unidades sanitárias, numa altura em que o município do Andulo conta com um hospital municipal com capacidade para 60 camas, dois hospitais missionários, três centros de saúde, nas comunas de Calussinga, Cassumbe e Chivaulo, e vários postos nas diferentes povoações e aldeias. A par da redução da malária, a repartição municipal de Saúde registou igualmente uma baixa considerável das doenças diarreicas e respiratórias agudas, que são as enfermidades mais frequentes entre a população local.
As autoridades administrativas de Andulo garantem que mais acções vão prosseguir a nível de outras localidades, com vista a diminuição de casos de outras enfermidades mais frequentes.

Tempo

Multimédia