Províncias

Instituição fabrica próteses para deficientes

Afonso Belo|Kuito

O responsável do Centro Ortopédico do Cuito, Agostinho Calungo, informou, ontem, que a instituição produziu e distribuiu, no ano passado, aos deficientes físicos 213 aparelhos, entre próteses, órteses, coletes e palmilhas.

O responsável do Centro Ortopédico do Cuito, Agostinho Calungo, informou, ontem, que a instituição produziu e distribuiu, no ano passado, aos deficientes físicos 213 aparelhos, entre próteses, órteses, coletes e palmilhas.
Agostinho Calungo disse que o centro distribuiu 24 pares de muletas e 30 cadeiras de rodas, para facilitar a locomoção dos deficientes físicos, e reparou 36 próteses e oito órteses.
O centro realizou 287 exames de avaliação, dos quais 68 de electroterapia, engessou 247 doentes e realizou 2.260 massagens.
Agostinho Calungo referiu que no ano passado a instituição realizou 2.876 sessões individuais, 477 em grupo e 254 treinos de marcha.
Esclareceu que em 2010, 606 deficientes físicos de guerra e com diversas patologias foram assistidos no Centro Ortopédico do Cuito.

Tempo

Multimédia