Províncias

Isenção de comparticipação aos filhos de ex-combatentes

Matias da Costa | Cuito

Os antigos combatentes e seus familiares directors passam a ter mais facilidades no acesso à universidade, numa iniciativa do Ensino Superior Público, que prevê igualmente a sua isenção de comparticipação escolar.

Mais facilidades no acesso à universidade
Fotografia: Kindala Manuel

Antigos combatentes e seus familiares directos elogiam o regulamento do Ensino Superior Público, que lhes confere tratamento especial. Rodrigues Muanda José, filho de um antigo combatente e veterano da pátria, que frequenta o curso de Gestão de Recursos Hídricos no Instituto Superior Politécnico do Bié, considerou oportuna a aprovação do regulamento, que se adapta às necessidades dos antigos combatentes e seus familiares.
“A medida constitui um alívio para aquilo que são os rendimentos dos nossos pais. A isenção de pagamento de inscrição, exames de recurso ou mesmo estudantes dos cursos pré-laboral, surge em boa hora”, afirmou.
O director da Escola Superior Pedagógica do Bié, Alfredo Maria de Jesus, esclareceu que os antigos combatentes e familiares têm beneficiado de ajuda, fundamentalmente no processo de admissão, onde posteriormente têm um seguimento para avaliar o seu desenvolvimento. 

Tempo

Multimédia