Províncias

Mais escolas contempladas com merenda

Afonso Belo e Elsa Dias | Cuito

O responsável da Educação no Chunguar, Carlos Calenga, garantiu na terça-feira que mais crianças vão  beneficiar da merenda escolar nas instituições do ensino primário, no próximo ano lectivo.

A municipalidade tem actualmente 3.438 alunos de cinco escolas a usufruir do programa de merenda escolar, sendo que em três - Chimbango (sede), Chimbuelengue (Cutato) e do Chimuco (no Cangoti) - ela é constituída por produtos industrializados, como bolachas e sumos, enquanto nas outras duas - Ciombolana, na comuna do Cangoti, e Caudimba (no Cutato) - assenta em produtos locais, com destaque para as batatas rena e doce, banana, soja, mandioca e frutas diversas.
A merenda escolar à base de produtos locais, frisou Carlos Calenga, além de ter poucos custos financeiros para o Governo, permite que os camponeses participem no processo, através da venda às administrações municipais e às escolas.
A merenda dada nas escolas do ensino primário e do I ciclo está a elevar os níveis de assiduidade e pontualidade das crianças, e aumentou a capacidade de assimilação dos conteúdos por parte das crianças, salientou.
Carlos Calenga garantiu, também, que a merenda escolar vai ser distribuída em todas as escolas no próximo ano lectivo, no sentido de melhorar a dieta alimentar das crianças.
O município do Chinguar, na província do Bié, tem 1.549 professores do ensino primário ao II ciclo do ensino secundário, num universo das 157 escolas, mas insuficientes para satisfazer a demanda.

Tempo

Multimédia