Províncias

Mais especialistas nas comunidades

Matias da Costa | Cuito

Um total de 63 médicos de diferentes especialidades chegam nos próximos dias à província do Bié, para cobrir as insuficiências clínicas observadas nas unidades hospitalares da circunscrição, anunciou ontem, na cidade do Cuito, o governador provincial.

Falando para o Jornal de Angola, Boavida Neto disse que os médicos vão ser distribuídos em número de quatro por cada município e nestes repartidos nos hospitais de referência, enquanto os restantes permanecem no Cuito.
De acordo com o governador Boavida Neto, os médicos são maioritariamente nacionais e o seu enquadramento na rede sanitária da província encaixa-se nas políticas do Ministério de tutela, que perspectiva um sistema de saúde moderno, seguro e célere.
O governador do Bié enfatizou, por outro lado, que o número de médicos disponíveis para a província é animador, considerando imperioso neste momento associar os técnicos superiores de enfermagem para assegurar a rede sanitária.
A província do Bié, com um total de nove municípios e 28 comunas, dispõe actualmente na rede hospitalar de treze médicos nacionais e 71 expatriados.
A rede sanitária é composta por um hospital geral, um regional, nove municipais, seis missionários, assim como quatro centros materno-infantis e 118 postos de saúde, segundo o governador.

Tempo

Multimédia