Províncias

Mau estado das vias de acesso dificulta escoamento de bens

Delfina Victorino | Cuito

O mau estado das vias secundárias e terciárias tem dificultado o escoamento dos produtos cultivados pela população do Chitembo, na província do Bié, informou, ao Jornal de Angola, o administrador local, Daniel Mucanda.

Administrador local garante que o Governo Provincial está a tomar medidas para melhorar a situação
Fotografia: Jornal de Angola

O mau estado das vias secundárias e terciárias tem dificultado o escoamento dos produtos cultivados pela população do Chitembo, na província do Bié, informou, ao Jornal de Angola, o administrador local, Daniel Mucanda.
O responsável municipal garantiu que o governo da província do Bié está a tomar providências para melhorar a situação.
A falta de postos médicos, centros de saúde e escolas, em algumas localidades do município, foi também apontada, tendo em conta as distâncias percorridas pelas crianças e adultos à procura de assistência médica e instrução.
O administrador municipal esclareceu que “para a construção de escolas e centros médicos numa determinada localidade devemos ter em conta a densidade populacional. Daniel Mucanda referiu que várias escolas, postos e centros médicos foram erguidos durante os anos de paz, fruto dos esforços empreendidos pelo Executivo.
O administrador do Chitempo tranquilizou a população, realçando que os projectos sociais estão a surgir. Disse ser necessária a colaboração dos citadinos para preservação dos equipamentos.
As comunas de Cachingues, Mumbue, Malengue, Soma Kwanza e do Mutumbo compõem o município do Chitembo, que tem lugares turísticos que necessitam de investimentos, como afirmou o administrador Daniel Mucanda.
A nascente do rio Kwanza, localizada na comuna Mumbue, tem sido o local que recebe constantes visitas de turistas, segundo o administrador do Chitembo.

Tempo

Multimédia