Províncias

Melhorias na gestão da água

Matias da Costa | Cuito

A Direcção Nacional das Á­guas fez terça-feira, no Cuito, o lançamento do Projecto MOGECA (Modelo de Gestão Comunitária da Água), que é implementado em todas as comunidades rurais da província.

A directora nacional do Departamento de Mobilização Social do Ministério da Energia e Á­guas, Ana Maria, disse que o projecto vem preencher uma deficiência manifestada pela generalidade da população rural.
O projecto representa o cumprimento do desafio de desenvolvimento progressivo e melhoria no abastecimento de água potável. Em paralelo à gestão e sustentabilidade, o Projecto MOGECA promove, a médio prazo, criação de capital social, que permite a participação da comunidade e assegura as infra-estruturas de abastecimento. O projecto proporciona responsabilidade e autonomia dos associados nos sistemas de abastecimento.
Dentro das Administrações Municipais vão criar-se brigadas com funções de efectuar mapeamentos onde descrevem as necessidades de cada região.
As brigadas municipais são submetidas a formação nas á­reas de manutenção e gestão dos sistemas de água.
A administradora municipal de Nharêa, Maria Lúcia Chicapa, considera que o Projecto MOGECA vai aperfeiçoar os trabalhos já em curso nas comunidades.
Com a criação das brigadas municipais, está a firmar-se uma gestão descentralizada, assim como princípios de manutenção dos pontos de água. O projecto, lançado em 2007, já está em funcionamento nas províncias do Huambo e do Cunene.

Camponeses pedem apoio

Camponeses do município do Chitembo solicitaram ao governo mais apoios em inputs agrícolas, visando aumentar a produção e contribuir para o programa de combate à pobreza.
A camponesa Amélia Ngueve informou que os camponeses têm dificuldades em termos de instrumentos de trabalho e fertilizantes. Apelou ao governo, a­través do sector da Agricultura, a reforçar os apoios aos lavradores, visando garantir o aumento das áreas de cultivo.

Tempo

Multimédia