Províncias

Mercado de trabalho no Bié reforçado com mais técnicos

Delfina Victorino | Cuito*

Um total de 209 finalistas dos cursos de Administração, Gestão de Contabilidade, Informática e Secretariado estão disponíveis para ingressarem no mercado de trabalho, afirmou sexta-feira o director do Instituto Médio Agrário no Cuito, João Baptista Tomás.

Existência de laboratórios de multimédia incluindo salas de aula contribuíram para boa transmissão dos conhecimentos
Fotografia: Eduardo Pedro

Durante o acto de entrega de diplomas, no município do Cuito, João Tomás esclareceu que a existência de dois laboratórios de informática básico, um avançado e dois multimédias, incluindo 17 salas de aula, contribuíram para a boa transmissão dos conhecimentos aos finalistas.
O director provincial da Educação, Basílio Caetano, atribui o êxito da finalização dos cursos ao advento da paz, que o país vive desde 2012.
Aos finalistas, Basílio Caetano apelou para a demonstração na prática dos conhecimentos adquiridos durante os anos de formação, contribuindo desta forma para o melhoramento da sociedade angolana.
O Instituto Médio Agrário do Cuito (IMAG) matriculou, para o ano lectivo findo, 1.183 alunos, distribuídos em dois turnos, em vários cursos básicos e médios. A instituição vai, de acordo com Basílio Caetano, leccionar novos cursos em 2016, de entre eles os de Finanças, Comércio e Gestão de Recursos Humanos. Um total de 53 professores efectivos, de nacionalidades angolana (50), vietnamita (1) e portuguesa (2) garantem o funcionamento daquela instituição de ensino. O IMAG já colocou à disposição do mercado de trabalho, de 2011 a 2014, 628 técnicos médios e 279 básicos.

Sida no Bié

O coordenador da Associação dos Jovens Unidos na Luta Contra a Sida (AJUSIDA), Paulino Mango Mucanda, realçou ontem, na cidade do Cuito, que a sociedade, mormente os jovens, continue a valorizar as normas de prevenção da Sida, de forma a prevenir-se a disseminação da doença.
Em declarações à Angop, o activista sublinhou que a AJUSIDA observa com preocupação o facto de haver pessoas que não aceitam o uso de preservativo.
Entre as normas de prevenção da Sida, frisou Paulino Mango Mucanda, fazem parte o uso da camisinha, a fidelidade conjugal, abstinência sexual, não uso de material cortante sem estar desinfectado, entre outras.
A AJUSIDA, na província do Bié, vai continuar a sensibilizar sobre o VIH/Sida e outras infecções de transmissão sexual, no quadro das estratégias do Governo de redução dos índices de propagação da pandemia.
Na província do Bié, de Janeiro a Setembro, os centros de testagem voluntária registaram 612 novos casos da doença, num universo de 37.226 testes. Em 2014, foram testadas na região 63.513 pessoas (gestantes, adultos e crianças), sendo 1.050 com resultados positivos.

Apreensões

Mais de 40 quilogramas de estupefaciente (liamba) foram apreendidos, na semana finda, na província do Bié, pelo Comando da Polícia Nacional, no quadro do programa de combate às drogas, que visa salvaguardar o bem-estar da população. Em declarações ontem à Angop o porta-voz da Polícia Nacional, superintendente-chefe António Hossi, sublinhou que, além das drogas, foram igualmente destruídas 52 plantas de liamba, assim como dois locais de fabrico de aguardente caseira e despejados 400 litros desse produto.
Na mesma operação foi igualmente  desmantelado um grupo de marginais, denominado “Tinex”, composto por três elementos, que se dedicavam ao roubo de motorizadas e artigos diversos.
No mesmo período, frisou, a corporação realizou seis micro operações, que resultaram na recuperação de três armas de fogo do tipo AKM, 22 munições modelo 43, um projéctil morteiro 82 milímetros, um projéctil morteiro 60 milímetros e 13 projécteis de ZU-23.

* com Angop

Tempo

Multimédia