Províncias

Milhares de crianças no sistema de ensino

Mais de 150 mil alunos serão matriculados em todos os níveis de ensino, no município do Cuito, província do Bié, segundo o chefe da Repartição da Educação, Ângelo Chissule.

Mais de 150 mil alunos serão matriculados em todos os níveis de ensino, no município do Cuito, província do Bié, segundo o chefe da Repartição da Educação, Ângelo Chissule.
Em entrevista à Angop, o responsável sublinhou que as matrículas estão a decorrer sem constrangimentos nas comunas que compõem o município do Cuito, desde a iniciação até ao ensino médio.
Comparativamente ao ano passado, Ângelo Chissule adiantou existir um aumento considerável, fruto do bom desempenho do Governo local na construção de mais escolas e ingresso de novos docentes.
Disse ainda que, durante o ano de 2012, foram matriculados 147 mil alunos em todos os níveis de ensino e o processo de ensino e aprendizagem foi assegurado por mais de três mil professores, de vários escalões.
O município do Cuito possui uma população estimada em mais de 800 mil habitantes, distribuídos nas comunas do Cunje, Cambândua, Chicala e Trumba, que na sua maioria são camponeses. Por outro lado, o  chefe de Repartição de Educação no município de Catabola, Cesário Salesso, dissequinta-feira, à Angop,  que o sector prevê matricular, para o próximo ano lectivo, cerca de 50 mil alunos do ensino primário até ao médio.
O responsável prestou estas declarações à Angop, quando perspectivava o próximo ano lectivo académico, que arranca no princípio do mês de Fevereiro.
Cesário Salesso sublinhou que esta cifra, caso se concretize, irá superar a quantidade de alunos matriculados no passado ano lectivo, que correspondia a 47.899 alunos dos níveis referenciados. Referiu que, para a efectivação do aumento de alunos no sistema de ensino e pré-escolar, o município de Catabola irá beneficiar de mais de cem novos professores, que ingressaram no ano passado, assim como a construção de salas de aula, à base de material local. Assegurou que, durante o ano académico passado, o sector da Educação naquela circunscrição controlou 1.568 professores e 227 escolas, correspondente a 658 salas de aula.
Durante o ano passado, segundo o  chefe de Repartição de Educação no município de Catabola, a instituição deparou-se com dificuldades de insuficiência de salas de aula, professores e material didáctico.

Tempo

Multimédia