Províncias

Milhares de partos foram realizados nas comunidades

José Chaves | Andulo

Um total de 1.630 partos foram realizadas no município do Andulo, província do Bié, entre os meses de Janeiro a Agosto deste ano, por parteiras tradicionais, anunciou ao Jornal de Angola a coordenadora de grupo de mulheres obstetras.

Flora Francisco realçou  que, em comparação a igual período de 2013, houve um aumento de 300 partos e dos 1.630 realizados, seis resultaram em nados mortos, devido
a ruptura uterina, inflamação puerperal, hemorragia, hepatite e malária. Os partos foram efectuados nas quatro comunas do município do Andulo e assistidos por 541 parteiras tradicionais, controladas pelas autoridades sanitárias.
“As parteiras tradicionais efectuam as suas actividades nas comunidades rurais, onde a maioria das mulheres, por falta de meios de transporte, são forçadas a dar luz com o apoio destas especialistas”, explicou.
Flora Francisco  reconheceu o contributo das parteiras na actividade que exercem em áreas onde não há serviços de saúde, e realçou os esforços do Governo na formação e distribuição de materiais de assistência materno-infantil, para o êxito do seu trabalho.

Tempo

Multimédia