Províncias

Mini-hídrica de Camacupa é reabilitada brevemente

Mário de Carvalho |Camacupa

A mini-hídrica localizada nos arredores da sede municipal de Camacupa, no Bié, vai ser reabilitada brevemente, garantiu o chefe da repartição local da Energia e Águas.

A mini-hídrica localizada nos arredores da sede municipal de Camacupa, no Bié, vai ser reabilitada brevemente, garantiu o chefe da repartição local da Energia e Águas.
Jaime Ucueianga referiu que a equipa técnica já fez um levantamento das obras a realizar no local, que foi apresentado aos órgãos competentes.
Por se tratar de um projecto que ultrapassa a capacidade financeira dos municípios, as autoridades locais estão a trabalhar com uma comissão da Direcção Nacional da Energia, que mandatou uma equipa, em Camacupa, para fazer o levantamento das obras.
Esta equipa já apresentou o plano para reabilitação da mini-hídrica, que foi aprovado, devendo os trabalhos ter início nos próximos dias, disse Jaime Ucueianga.
Sem avançar o custo da reabilitação, o responsável da Energia e Águas de Camacupa referiu que a mini-hídrica vai produzir, aproximadamente, cinco megawatts e não os oito inicialmente previstos.No passado, a mini-hídrica fornecia energia eléctrica à cidade do Cuito, capital do Bié, antes de ser destruída.Jaime Ucueianga salientou que o município de Camacupa apresenta um razoável abastecimento de energia com recurso a grupos geradores que funcionam regularmente, tanto na sede como nas diferentes comunas.
Quanto ao fornecimento de água à vila de Camacupa, a potente bacia hidrográfica entre os rios Cuquema, Cunje e Kwanza, possui uma central que bombeia 75 metros cúbicos por hora para os chafarizes e residências.
A central possui capacidade para armazenar 150 metros cúbicos de água bruta e 60 já tratada, com apoio de uma base de tratamento com cloro, para a eliminação dos microrganismos.
Jaime Ucueianga avançou que mais de oito mil habitantes da cidade usufruem de água potável de forma faseada.
Os sistemas de água das comunas do Ringoma e Umpulo apresentam-se em boas condições de funcionamento, com um potencial de bombeamento de 30 metros cúbicos por hora.

Tempo

Multimédia