Províncias

Mordeduras de animais raivosos provocam mortes

João Constantino | Cuito

Um total de dez pessoas morreram na província do Bié, de Janeiro a Março deste ano,  em consequência de mordeduras de animais raivosos, informou ontem à imprensa o chefe de Departamento  de Controlo de Endemias e Saúde Pública local.

Fotografia: Edições Novembro

 Isaías Cambissa disse que as mortes registaram-se devido às debilidades da assistência médica e medicamentosa nas unidades sanitárias da província.
“Pedimos aos cidadãos com animais domésticos susceptíveis de contraírem raiva que os levem aos postos de vacinação”, disse Isaías Cambissa, que informou que os cães, macacos e gatos estão na lista de animais de estimação que mais casos de mordeduras causam à população.
Casos de sarna
Por outro lado, Isaías Cambissa disse que a instituição que dirige está a tomar providências para travar o surto de sarna que  assola algumas regiões da província.

Tempo

Multimédia