Províncias

Muitos jovens em formação profissional

José Chaves | Andulo

Um universo de 96 jovens do município do Andulo, província do Bié, está a frequentar desde Março deste ano cursos de formação técnico-profissional em electricidade, corte e costura, decoração, informática, mecânica auto, construção civil e carpintaria.

Os cursos, ministrados no Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), estão inseridos nos programas de combate ao desemprego.
O responsável do pavilhão de artes e ofícios do Andulo, Manuel Chilulo, destacou que os cursos são frequentados, na sua maioria, por jovens do sexo feminino.
O director do centro de formação disse que as jovens optam quase sempre por cursos como corte e costura, por acharem que os outros são mais adequados para homens.
Os cursos têm uma duração de nove meses e são gratuitos, mas ainda assim a adesão está abaixo do esperado, por razões que o director do centro desconhece.
Desde a sua inauguração, o pavilhão de artes e ofícios já formou 500 jovens, que estão a trabalhar em diversas empresas da localidade e de outros pontos do país.

Tempo

Multimédia