Províncias

Mulher incendeia escritório de empresa diamantífera no Bié

Matias da Costa| Cuito.

Uma cidadã  de 30 anos de idade e cuja identidade não foi revelada à imprensa encontra-se detida no estabelecimento prisional do Bié, acusada de ter ateado fogo na madrugada de sábado no escritório da Nharea Diamond, na localidade de Catacala, no município de Nharea.

A empresa, com actividade vocacionada para a exploração e comercialização de diamantes, perdeu, em consequência do incêndio, valores monetários cujas cifras não foram reveladas, três televisores, cinco motorizadas e a estrutura física do escritório.
O director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação do Interior no Bié disse que prosseguem estudos para esclarecer as causas que motivaram a acção da  cidadã em causa.
José Daniel descreve que a mulher se fez acompanhar de três litros de gasolina e os despejou pelas portas, janelas do escritório e de seguida jogou-lhes fogo.
O responsável disse que foram  detidos três trabalhadores da  empresa que,  aproveitando-se do incêndio, arrombaram o cofre e roubaram 80 pedras de diamantes.
Ainda no âmbito das actividades de patrulhamento e investigação a Polícia Nacional no Bié desmantelou um grupo de marginais composto por 13 elementos que se dedicavam à prática de crimes.

Tempo

Multimédia