Províncias

Mulheres à frente do comércio rural

Delfina Victorino | Cuito

A produção de batata no município do Chinguar, a 75 quilómetros do Cuito, capital da província do Bié, tem sido significativa nos últimos anos, sendo o produto mais comercializado no mercado de Xiquendula, onde a venda é feita na maioria por mulheres agricultoras.

Mercado de Xiquendula é fonte de negócio de muitas mulheres e permite às camponesas escoar os bens do campo
Fotografia: Edson Fabrízio | Cuito

A região, à semelhança de outras localidades do país, possui mulheres que lideram os seus lares e negócios, exercendo funções diversas.
A banana, tomate, batata-doce, frutas e legumes de produção local também estão a render bons lucros às quitandeiras da região, que exercem a sua actividade na via que liga as cidades do Cuito (Bié) e Huambo.
As mulheres começam a preparar os produtos agrícolas para comercialização a partir das cinco horas da manhã.
As quitandeiras marcham em longas caravanas com as banheiras à cabeça. Muitas levam também os filhos às costas. 
O mercado de Xiquendula é paragem obrigatória dos automobilistas e viajantes que circulam na província do Bié. A paragem de uma viatura em qualquer área do mercado de Xiquendula é motivo para as comerciantes se dirigirem em grande número ao potencial cliente.
Maria Cangombe, mãe de cinco filhos, é agricultora e vendedora deste mercado há seis anos. Falou das mudanças na sua vida devido à reabilitação das estradas. Consegue sustentar os filhos e pô-los a estudar. Com o surgimento dos transportes públicos estatais e privados, desde o mês de Junho de 2012, há maior circulação de pessoas. 
“Os autocarros param no mercado de Xiquendula. Sentimos muitas melhorias nas nossas vidas”, disse Maria Cangombe.
Os autocarros fazem as rotas Cuito-Benguela-Luanda. Todos os dias pessoas de vários estratos sociais viajam para esses pontos do país, com garantia de segurança.
A rota Cuito-Luanda tem partidas diárias às cinco horas da manhã. Os motoristas têm paragens obrigatórias no mercado de Xiquendula, no Chinguar, para as compras, e no Dondo, província do Cuanza Norte, para os passageiros comerem. A rota Cuito-Benguela tem partida diária às sete horas da manhã.

Escoamento de produtos

Susana Cassinda, vendedora no mercado de Xiquendula, no município do Chinguar, garante que os produtos começaram a ser comercializados em grande quantidade desde que aumentou a frota de viaturas nesses trajectos. “Vimos facilitado o escoamento dos nossos produtos do campo para cidade”, disse.

Tempo

Multimédia