Províncias

Município do Andulo necessita de docentes

José Chaves | Andulo

O município do Andulo, província do Bié, precisa de 20 professores para colmatar o défice que se regista nas escolas do II ciclo, informou ontem o chefe da repartição municipal da Educação, António Caliqui.

 

O município do Andulo, província do Bié, precisa de 20 professores para colmatar o défice que se regista nas escolas do II ciclo, informou ontem o chefe da repartição municipal da Educação, António Caliqui. Esclareceu que a maioria dos professores que leccionam nas escolas do II ciclo são técnicos médios.
Referiu que o sector possui apenas oito técnicos superiores e durante o ano lectivo de 2010 foram matriculados 84.497 alunos, dos quais 34.355 do sexo feminino, da iniciação à sexta classe 78.251, I ciclo 3.487 e II ciclo 615 alunos.
António Caliqui reclama por mais salas de aula e pede a rápida reabilitação dos estabelecimentos de ensino que estão em avançado estado de degradação e o apetrechamento com meios didácticos, principalmente para as classes abrangidas pela reforma educativa.
Indicou que o sector da Educação no município do Andulo tem estado a beneficiar de várias infra-estruturas escolares, para permitir a inserção gradual de mais crianças no sistema normal de ensino.
O município possui 207 escolas, três do ensino médio, Instituto Médio Agrário do Andulo, Escola de Formação de Professores e Escola do II Ciclo (PUNIV).

Tempo

Multimédia