Províncias

Nharea com necessidade urgente de médicos de especialidade

José Chaves| Nharea

O município de Nharea, província do Bié, necessita urgentemente de oito médicos especializados em medicina geral, pediatria, oftalmologia e ginecologia para garantir algumas melhorias dos serviços sanitários.

A assistência à população é garantida por dois médicos e 121 técnicos médios e básicos
Fotografia: Rogério Tuti

O município de Nharea, província do Bié, necessita urgentemente de oito médicos especializados em medicina geral, pediatria, oftalmologia e ginecologia para garantir algumas melhorias dos serviços sanitários.
De acordo com informações avançadas, quarta-feira, pelo chefe da repartição municipal da Saúde, Alberto Sacodombolo, a falta de técnicos tem vindo a criar dificuldades na assistência médica e medicamentosa dos cidadãos.
O responsável disse que Nharea, que possui um hospital municipal e cinco postos funcionais, em Kangalo, Kamera, Samihamba e Kapango, conta actualmente com apenas dois médicos, um cubano e outro coreano, auxiliados por 15 técnicos médios e 106 básicos.
Alberto Sacodombolo avançou que as doenças mais frequentes naquela parcela do território nacional são as infecções respiratórias e diarreicas agudas, malária, gastrites, oncocercose e reumatismo.  Quanto à oncocercose, as autoridades sanitárias registaram 140 casos, durante o ano passado, no município de Nharea, revelou Alberto Sacodombolo.
Dos casos registados, o chefe de repartição explicou que 120 dos doentes tiveram melhorias significativas, graças à pronta disposição das equipas médicas. Infelizmente, 20 pacientes continuam cegos.
O responsável adiantou que as autoridades administrativas estão bastante preocupadas com este elevado número de casos de cegueira dos rios, que se regista, nos últimos dias, no município de Nharea. Daí o apelo para o reforço das actividades preventivas.
Para o presente ano, a administração municipal de Nharea prevê a construção de raiz de quatro novos postos de saúde, na Embala Jamba, na Missão Evangélica de Chitau, no Chimuco e Lubia. Estas obras estão enquadradas no Programa de Gestão Municipal.

Professores em formação

Mais de uma centena de professores do primeiro ciclo do ensino regular estão a participar, desde segunda-feira, no município de Nharea, num seminário de formação, no quadro das novas metodologias e práticas de ensino, visando o novo ano lectivo, que será aberto oficialmente no dia 31 deste mês.
O seminário de formação, que termina hoje, está a ser ministrado por formadores locais e abarca, entre outras matérias, as metodologias de planificação de aulas, o novo sistema de avaliação, os regulamentos de avaliação dos alunos e aulas simuladas.
Eliseu Messele, chefe de secção de ensino da repartição da Educação, destacou a importância da promoção da formação contínua dos professores como factor que pode contribuir para a actualização dos mesmos, segundo as novas metodologias e práticas de ensino, bem como permitir a promoção da elevação do rendimento escolar dos alunos.
Os formandos, por seu turno, enalteceram a iniciativa da direcção provincial da Educação, por promover o evento, que vai contribuir para a melhoria do desempenho dos docentes do município, no âmbito da actual reforma de ensino e aprendizagem.
O município de Nharea, que possui 620 salas, controla 922 professores, sendo seis técnicos superiores, 256 técnicos médios e o restante técnicos básicos.

Tempo

Multimédia