Províncias

Nharea tem projecto agrícola

José Chaves | Nharea

O projecto agrícola  “Terra do Futuro” acaba de ser lançado na comuna do Dando, a 80 quilómetros da vila da Nharea, com o arranque de dez das 60 fazendas previstas, numa primeira fase.

As fazendas, com 250 hectares cada, destinam-se à formação de empresários agrícolas e vão garantir emprego a 140 jovens, segundo a administradora do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), Londa Soki, que financia o projecto.
Londa Soki considerou o projecto como “um caso de sucesso”, que deve orgulhar os angolanos.
Os trabalhos iniciais do projecto, que vai mudar significativamente a vida das populações de Nharea, consistiram na abertura de uma via de 82 quilómetros, abertura de picadas e a sensibilização das comunidades para a preservação do Ambiente. O governador provincial do Bié, Boavida Neto, disse que o projecto “Terra do Futuro” vai potenciar a agricultura do país.
“O Governo vai acompanhar o projecto e depois expandi-lo para as outras províncias”, referiu Boavida Neto.
A administradora de Nharea, Maria Lúcia Chicapa, enalteceu a escolha do seu município para a implantação do projecto “Terra do Futuro”. Cada fazenda fica sob responsabilidade de um jovem com formação média ou superior, em agronomia.
Um outro projecto “Terra do Futuro” está a ser desenvolvido com sucesso no município da Quibala, onde mais de 20 jovens fazendeiros receberam  casas,  carros, terras, tractores, alfaias agrícolas e outros meios mecanizados.

Tempo

Multimédia