Províncias

Novo lar de idosos está em construção

Delfina Vitorino | Cuito

Os idosos da província do Bié vão contar, ainda este ano, com um novo lar de acolhimento, denominado “Elavoco Liomuenyo”, que tem capacidade para albergar 86 pessoas.

Os idosos da província do Bié vão contar, ainda este ano, com um novo lar de acolhimento, denominado “Elavoco Liomuenyo”, que tem capacidade para albergar 86 pessoas.
O lar Elavoco Liomuenyo, que na língua umbundo, quer dizer “Esperança de vida”, tem todas as condições para acolher condignamente os idosos da província e está a ser erguido junto do actual lar do Cangalo.
A directora provincial da Assistência e Reinserção Social, Angélica Gonçalves, disse ontem que o novo lar vai ter uma forma de trabalho inovadora, contando com funcionários especializados para garantir o atendimento dos idosos que aí se instalarem.
Quando as obras estiverem concluídas, a instituição poderá contar com uma piscina, biblioteca, zona verde, locais de lazer, balneários, quartos com suites, cozinhas, lavandaria e outros serviços
O governo provincial, salientou Angélica Gonçalves, pretende agrupar as estruturas novas às antigas, pertencentes ao Lar do Cangalo, para aumentar o número de beneficiários e poder albergar idosos provenientes dos nove municípios da província do Bié.
Com vista a diminuir as necessidades dos anciãos, o novo lar terá também como missão proporcionar melhor protecção e serviços médicos. As obras para a referida instituição que estão a cargo da empresa Brick by Brick tiveram início em 2010.

Tempo

Multimédia