Províncias

Novo sistema de distribuição

José Chaves | Andulo

Os habitantes do município do Andulo, na província do Bié, dispõem de mais água potável, nos próximos tempos, com a entrada em funcionamento do novo sistema de tratamento e distribuição.

A primeira pedra para a construção e ampliação do novo sistema foi colocada ontem, em cerimónia testemunhada pelo director Nacional de Águas, Lucrécio Costa, no âmbito das acções do programa "Água para todos", implementado pelo Ministério de tutela.
Lucrécio Costa disse que o Executivo  desenvolve, até 2017, um projecto que consiste em construir novos sistemas de distribuição em 132 sedes municipais em todo o país. O director nacional das Águas confirmou estarem já concluídos 102 sistemas de tratamento e de distribuição de água em igual número de  sedes municipais a nível do país.
Realçou que as autoridades governamentais continuam a trabalhar na melhoria das condições de vida das populações, construindo mais sistemas de água potável, através do programa “Água para Todos” com vista a diminuir o surgimento de doenças resultantes do consumo de produto impróprio.
Para o Bié, sublinhou que o programa de ampliação dos sistemas de tratamento e distribuição de água abrange todos os municípios, e que terminado o sistema do Cuíto começou a segunda fase para o Andulo, a segunda municipalidade com maior população depois da capital biena. Garantiu garantiu que a construção da obra vai proporcionar 100 empregos indirectos e dez empregos directos para operadores de máquinas. Estão contempladas a edificação de um reservatório de água com capacidade de 445 metros cúbicos, instalação de 30 chafarizes e 3.700 ligações domiciliares.

Tempo

Multimédia