Províncias

Novos casos de VIH/Sida são diagnosticados no Bié

Afonso Belo | Cuito

Adelino Camato, supervisor provincial do programa de luta contra a SIDA, disse ontem, ao Jornal de Angola, que foram diagnosticados no Bié, desde Janeiro, 370 novos casos de VIH/Sida, dos quais 22 terminaram em mortes.

Adelino Camato, supervisor provincial do programa de luta contra a SIDA, disse ontem, ao Jornal de Angola, que foram diagnosticados no Bié, desde Janeiro, 370 novos casos de VIH/Sida, dos quais 22 terminaram em mortes.
Dos casos diagnosticados, acrescentou, 161 foram em mulheres em idade fértil e sete em crianças menores de 15 anos.
Segundo Adelino Camato, foram realizados desde Janeiro 17.440 testes nos Centros de Testagem Voluntária e Centros Maternos espalhados no interior da província.
O Instituto Nacional de Luta Contra a Sida faz o acompanhamento de 1.215 seropositivos, com o fornecimento de medicamentos e aconselhamento sobre o modo de vida com o vírus.
Desde Janeiro foram registados 63 partos de mulheres infectadas que, fruto do programa de corte de transmissão vertical que permite evitar a contaminação, deram à luz crianças saudáveis.

Testes voluntários

O programa de testagem voluntária no Bié começou em 2005 e até à data foram testados, em toda a província, mais de 20 mil cidadãos, com 2.077 casos positivos.
 Adelino Camato informou ainda que a província do Bié tem 55 salas de aconselhamento e dois Centros de Aconselhamento e Testagem Voluntária de VIH/Sida.
O programa de luta contra a Sida no Bié conta com a parceria da Direcção Provincial da Educação, ONG nacionais e internacionais, igrejas, associações juvenis e Forças Armadas.
Na província do Bié continuam as campanhas de sensibilização para se evitar a discriminação e facilitar a inserção social dos seropositivos, segundo Adelino Camato.

Tempo

Multimédia