Províncias

Novos pontos de água no Chinguar

Matias da Costa| Cuito

Quase cem mil famílias das comunas de Cangoti e Cutato, no município de Chinguar, província do Bié, vão passar a usufruir de 37 novos pontos de água potável, um investimento da organização britânica Oxfam, informou na terça-feira o gestor de programas de água e saneamento da instituição.

Sistemas de abastecimento de água vão ajudar a diminuir as dificuldades da população
Fotografia: Eduardo Pedro

 
Quase cem mil famílias das comunas de Cangoti e Cutato, no município de Chinguar, província do Bié, vão passar a usufruir de 37 novos pontos de água potável, um investimento da organização britânica Oxfam, informou na terça-feira o gestor de programas de água e saneamento da instituição.
Jorge Pires disse que o projecto, orçado em 56,48 milhões de kwanzas, é uma parceria com o governo provincial, visando facilitar o acesso à água potável para o consumo das comunidades e a redução de doenças de transmissão hídrica.
O projecto, salientou o responsável, será executado pela Cruz Vermelha de Angola (CVA), juntamente com uma empresa nacional a indicar, e conta com a participação da administração municipal, de líderes comunitários e de associação de mulheres locais. />A vice-governadora da província para a esfera Económica e Social, Ana Maria Mvuay, disse que o lançamento do projecto com duração de três anos, vai ter um impacto positivo no leque de programas traçado pelo governo local.
Ana Mvuay referiu que a execução do projecto de água potável e saneamento, e a promoção da higiene nas comunidades traduz o desenvolvimento da oferta de serviços essenciais às populações suburbanas e rurais.
A governante salientou o papel das autoridades tradicionais na liderança das comunidades com vista a envolverem todos os que beneficiarem do projecto, para que o bem público possa servir como objecto útil e por muito tempo.
De acordo com o relatório da organização Oxfam, o projecto é de âmbito regional e contempla as províncias de Benguela, Huambo e Moxico, todas com os seus respectivos orçamentos.

Tempo

Multimédia