Províncias

Obras ficam concluídas no próximo ano

Domingos dos Santos | Andulo

As obras de reabilitação da estrada que liga a cidade do Cuito ao município do Andulo, no Bié, numa extensão de mais de 90 quilómetros, devem ser concluídas no próximo ano, disse o ministro da Construção, Waldemar Pires Alexandre.

Programa de reabilitação de estradas nacionais e vias secundárias visa facilitar as trocas comerciais e o escoamento de bens do campo
Fotografia: Domingos dos Santos


Os trabalhos de reabilitação do troço entre Cuito e Andulo, acrescentou, consistem na construção geral da estrada, colocação de pavimento de betão betuminoso e melhoria do sistema de drenagem das á­guas pluviais, além de outras intervenções necessárias.
Segundo o ministro, esta nova estrada representa uma melhoria no conforto e segurança, bem como a redução da sinistralidade, tanto em termos de quantidade como de gravidade, ao mesmo tempo que reforça o serviço oferecido ao utente e às comunidades próximas.
O administrador municipal do Andulo, Moisés Américo Ca­chipaco, disse ser “urgente e necessária” a conclusão das o­bras de reabilitação da via entre o Cuito e Andulo no sentido de permitir maior fluidez e comodidade na circulação de pessoas e escoamento dos produtos agrícolas.
“Já circulamos à vontade na estrada entre Andulo e Calucinga e Andulo/Nharêa. Cremos ser altura de também termos em melhores condições a via que nos liga à cidade do Cuito”, referiu o administrador.

Obras a bom ritmo

O ministro da Construção, Waldemar Pires Alexandre, disse, depois da visita de constatação às infra-estruturas rodoviária, serem “extremamente positivos” os trabalhos desenvolvidos para conclusão das obras de reabilitação daquele troço.
“A avaliação que podemos fazer é extremamente positiva, porque a grande movimentação de homens e máquinas nos dá a garantia de que até meados do próximo ano vamos poder viajar com conforto e tranquilidade nesta via”, disse o ministro da Construção.
 Na região, refira-se, estão em curso diversas acções de impacto social, para melhorar a qualidade de vida da população.

Tempo

Multimédia